Viajantes da Baixada Santista

Se você gosta de curtir um dia diferente, sobretudo experimentar gastronomia de outro País, esse post foi feito para você e o melhor de tudo, sem ir para muito longe, encontramos essa preciosidade em São Paulo.

Assim que descobrimos a existência desse estabelecimento, ele já foi colocado na nossa listinha de desejos de São Paulo, pois bem, até que surgiu a data perfeita de conhecermos e assim, fomos. Optamos por fazer a reserva para o almoço para o rodízio, porque de fato o local lota.

O restaurante foi criado por Pitchou Luambo, refugiado da República Democrática do Congo, trouxe para nosso País todas as maravilhas da culinária Conga.

O ambiente

O local é pequeno e bem simples, com algumas decorações típica e quadros decorativos e informativos, mas ao mesmo tempo é super aconchegante, você consegue se transportar e não se imaginar que está em São Paulo.

O atendimento e garçons

O atendimento iniciou de forma devagar, mas depois tudo foi se ajeitando. Os garçons são super simpáticos e atenciosos, além de ser muito bacana a troca de assunto com eles, trocamos muto assunto com uma funcionária nativa de Angola.

Rodízio

O rodízio em si, achamos super interessante e saboroso, são inúmeras variedades de pratos típicos veganos e com fartura, gostamos muito do nhoque e moqueca de banana e do couve na mwamba, arroz pilão, purê de milho verde, de sobremesa experimentamos o cookie com frutas vermelhas, bebida, pedimos o suco de limão com abacaxi e gengibre.

Os sucos têm as opções Tangawisi  (Gengibre, Abacaxi e Limão),  Bissap (Hibisco com Manga)  e Tomi (Tamarindo com Manga). Todos custam R$ 6,00.

Já no rodízio passaram as seguintes pratos: pasteizinhos típicos africanos, recheados com sabores variados de vegetais, acompanha chatini; acarajé africano, servido na cama de quiabo refogado na pasta de amendoim, tomate fresco e especiarias; acarajé na cama de quiabo refogado na mwamba (pasta de amendoim); macarrão ao molho branco de semente de girassol com espinafre e bolinhos de nata de soja; nhoque de banana da terra, com molho de tomates frescos e shimeji; polenta africana de farinha de milho ou arroz; arroz pilão (com vegetais cozido em especiarias e suco de gengibre), feijoada do chef, moqueca de banana, bolinho de feijão fradinho e farofa de amendoim. Valor R$ 35,00 por pessoa, em fev/2020.

Instragram: https://www.instagram.com/congolinaria/?hl=pt-br Facebook: https://www.facebook.com/congolinaria/.Endereço: Av. Professor Alfonso Bovero, 382, próximo ao metrô Sumaré/SP.

Plus +

Após esse farto almoço, vale a pena dar uma passadinha no Parque Ibirapuera par relaxar, curtir a vibe da natureza ou até mesmo participar de várias manifestações culturais que sempre rolam por lá, tem inclusive um mural com os grafites do Kobra. O local é de entrada gratuita.

|Planeje a sua viagem

Gostou das nossas dicas? Acompanha nosso blog? Ama viajar? Se sim, para todas as perguntas, rs, faça as reservas de sua próxima viagem através de nossos aplicativos parceiros de hospedagem!

Você não paga nenhum valor a mais por isso, na verdade você recebe desconto e nós ganhamos uma pequena comissão.

  1. Reserve seu Hotel no Booking, somente para novos hóspedes. Por esse aplicativo receba R$ 50,00 se reservar e se hospedar pelo link.
  2. Reserve sua Acomodação no Airbnb. Por esse aplicativo receba R$ 130,00 em créditos de viagem quando se cadastrar  pelo link. Somente para novos hóspedes do Airbnb.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: