Fernando de Noronha: santuário marinho.

Nós éramos aqueles tipos de pessoas que, achavam que visitar Noronha era algo só para endinheirados, não é!

Época da Viagem

Fomos em Noronha em Agosto de 2015 (nossa estadia foi de muito sol). Noronha é visitável o ano todo, mas segundo os guias e moradores, a melhor época para os mergulhos é no mês de Setembro entretanto, mesmo em dia de chuva é possível fazer passeios, como por exemplo, a cachoeira natural do Sancho  diz aí, senão é tudo mágico por lá?

Se você não gosta de mergulhar mesmo assim, vale conhecer Noronha? 

Vale, em que pese a maioria dos atrativos encontrarmos em mergulhos ou flutuações no mar, mas para quem não gosta, tem as várias opções de praias para tomar banho de sol, cachoeiras, passeios náuticos, os inúmeros restaurantes gastronômicos, fora as várias paisagens e contemplações.

Noronha?

Fernando de Noronha é uma ilha, que pertence ao Estado de Pernambuco. Composta por  ilhas de origem vulcânica e área total de 26 km². A parte turística se mistura com a parte residencial na ilha, então ao longo dela, vimos escola, unidade de saúde e muitas residências.

Como chegar?

Não existe voo direito para Noronha, então será necessário fazer uma conexão, fomos de Gol e nossa conexão foi no aeroporto de Pernambuco. Diquinha preciosa, no voo do aeroporto de Pernambuco para a ilha, se você for pela Gol, sente ao lado esquerdo (na ida), para contemplar uma das vistas mais bonitas da ilha.

nnn
Visão aérea da chegada em Noronha

Ao chegar na ilha, se passa, por uma espécie de autorização/admissibilidade de entrada, que é o local onde você comprova o pagamento das taxas ou paga nessa oportunidade.

Quais taxas são necessárias para entrar na ilha?

Taxa de Preservação Ambiental  conhecida também como TPA paga diretamente no site  ou no aeroporto na chegada (Dica, paguem pela internet, até porque, o acesso a ilha é bem rápido para quem tem a taxa já paga e assim evita filas). Essa Taxa é paga em relação aos dias que você ficará na ilha, então quanto mais dias na ilha mais caro, a diária atualmente ( 2018) está R$ 70,66.

E a segunda taxa-ingresso do Parque Nacional ou EcoNoronha, é para entrar nos parques, visitar as praias, fazer trilhas, bem como fazer mergulhos e passeios de barco dentro do Parque Nacional, são elas: Sancho, Sueste, Baia dos Golfinhos, Baia dos Porcos, Praia do Leão, Piscina da Atalaia, trilha dos Golfinhos; do Abreu, do Capim Açu, da Pontinha Pedra Alta, do Forte São Joaquim, do Morro São Jose assim como Ponta das Caracas e Caieira,  controlados pelo ICMBIO (valido por 10 dias), no valor de R$ 97,00 (2018) para brasileiros e R$ 195,00 para estrangeiros. É possível comprar online, através do site ou na bilheteria, na praça flamboyant,  das 14:20 às 22:00h, no centro de visitantes ICMBio Boldró: das 8:00 às 21:00h, no PIC do Golfinho Sancho das 8:00 às 18:30h ou no PIC do Sueste das 9:00 às 16:00h.

Hospedagem

Em Noronha haverá uma infinidade de tipos de hospedagem, optamos pela familiar Pousada do Golfinho. A pousada está situada na vila dos remédios, perto de tudinhooooooo.

A anfitriã Dona Graça, junto com seu marido, nos recepcionou de forma muito cordial, no nosso quarto tinha banheiro (com ducha de água quente), geladeira, aparelho de televisão e ar condicionado.

Não compunha o pacote, o café da manhã e assim levamos uma mala cheia de guloseimas como água, suco, refrigerante, bolacha, pão sírio, chocolate e no mercadinho da ilha compramos frios e comidinhas para compor nosso café da manhã. A pousada familiar cedeu a cozinha para fazermos qualquer tipo de quitute. Ganhamos da anfitriã o translado do aeroporto até a pousada.
pousadaPara fazer esse post, fomos ver como está atualmente a pousada e informamos que, ela se encontra sob nova direção,  de modo que, a pousada não é mais domicilar e está totalmente modernizada em sua estrutura e mais requintada. 

Agendamento de Trilhas

Morro São José: 16 vagas, Abreu: 24 vagas, Pontinha-Caieira: 40 vagas, Atalaia: 6 grupos de 16 pessoas (96 vagas) e Capim-Açu: 40 vagas  têm agendamento obrigatório, o passeio pode variar de acordo com a maré e o assoreamento da piscina.  O agendamento tem que ser feito pessoalmente pelo próprio visitante com o ingresso do Parque Nacional.

As Trilhas Pontinha-Caieira (Atalaia Longa), Morro São José e Capim-Açu só podem ser realizadas com condução obrigatória de guia.

Passeios

Sem dúvida, os passeios, é a parte mais difícil de escolher ‘o que fazer’, haja vista a infinidade de possibilidade e valores. Na ilha encontraremos várias empresas de turismo e os guias autônomos. Depois de muitas buscas, decidimos mesclar nossos passeios entre guia autônomo e empresa de turismo.

Contratamos o Guia Felipe Rogério, ele é sensacional super paciente, dedicado e preza muito pela qualidade dos passeios. Além de ser corredor, mergulhador, surfista, guia, ele também é rebocador.

Rebocador? O que vem a ser isso? Se você é uma pessoa insegura para nadar em alto mar ou não sabe nadar, o Rebocador resolve todos os seus problemas, ele simplesmente te reboca é isso mesmo.

Com ele fizemos o Ilha Tour, Atalaia Longa, 2 Mergulhos no Porto e 1 no Sancho, além de 2 baterias de fotos.

Ilha Tour

O Ilha Tour consiste em fazer um passeio geral pela ilha, assim, é possível ter uma noção das belezas das praias e curtir um pouquinho de cada local. Damos destaque para a Praia do Sancho, que é considerada uma das belas do Mundo.

Como chegar na Praia do Sancho? 2 métodos: por terra ou por mar. Confessamos que quem escolher ir por mar, perderá muita das atrações que a trilha  revela. Agora, se você tem problema ou dificuldade de mobilidade, recomenda-se chegar por meio do mar.

Para entrar no Sancho é necessário ter a carteirinha do PIC (EcoNoronha). Levem água e comidinhas leves, porque mergulhar cansa pessoal e tudo que pudermos economizar é super bem-vindo.

A trilha do Sancho  em si é muito fácil, pequena e rápida, e é nessa parte da trilha que existem vários mirantes para contemplar o morro dos 2 irmãos ( cartão postal).

DCIM103GOPRO
Lindo de ver!
DCIM103GOPRO
Foto clássica
DCIM103GOPRO
Aquele visuuuuuu!
DCIM103GOPRO
Mabuia, réptil endêmico, só tem em Noronha

O grande problema são as famosas escadas do Sancho. Sério? Como assim? Para descer na parte da praia, temos que descer 2 lances de escadas subterrâneas (infelizmente não tiramos foto, mas nesse link do google tem várias fotos de viajantes), porque ou tirávamos fotos ou descíamos com nossos equipamentos, o túnel é estreito e geralmente se grita dizendo que ‘está passando’ para que caso tenha outra pessoa no outro lado, que ela fique, porque não passam 2 pessoas na mesma hora pelo túnel.

Ao passar pelo túnel, se desce mais alguns lances de escadas, já em área externa e finalmente chegamos na praia do Sancho.

Cacimba do Padre é outra praia igualmente linda e é nela que se encontra o morro dos dois irmãos.

Praia do Leão muito bonita para contemplação. Ela também é para mergulho, mas recomenda-se fazer com uma empresa especializada, porque a praia é de águas furiosas.

Praia do Porto ou do Porto de Santo Antônio. É daqui que saem os passeios turísticos e chegam as embarcações para abastecer a ilha com alimentos e suprimentos.

A praia tem uma faixa de areia com vários ambulantes vendendo comidas e bebidas. Aqui também reserva ummmmm belíssimo mergulho✌✌✌.

Buraco do Galego e Praia do Cachorro

Fica na praia do Cachorro 👏👏. Para chegar nesse local é necessário percorrer um pequeno trecho e ir na maré baixa (de manhã-cedo), aproveitamos para curtir a praia que é igualmente bela!

DCIM103GOPRO
Buraco do Galego
DCIM103GOPRO
Praia do cachorro, incrivelmente linda!
DCIM103GOPRO
Paraíso!

Praia do Boldró é uma praia pouco visitada, porque o acesso a ela é a pé ou de moto, tendo vista ter muitos pedregulhos e uma pequena serrinha, porém ela guarda muitas atrações, além de ser deserta, possui um bar na areia e de noite, dependendo da época ocorre luau. Que tudo né pessoal?

Antes de irmos nela, passamos no ICMBIO, que tem cenários para tirar e se aventurar nas fotos, além de poder se inscrever nas palestras sobre os animais da ilha.

Plana Sub Vip

Fizemos o  Plana Sub Vip com a Empresa Atalaia. O que é Plana Sub? É um mergulho a reboque, feito com o uso de máscara, snorkel e uma prancha de acrílico. O nadador segura essa prancha (primeira foto) que é rebocada pelo barco.

Não conseguimos tirar outras fotos, porque preferimos não levar a máquina para água e por ser  muitaaaaaaaaaa aventura, achamos que poderíamos perder.

Como funciona essa prancha? Ela tem 2 funcionalidades, você pode escolher afundar na água e fazer um mergulho idêntico ao com cilindro, porém no fôlego ou fazer a prancha de bóia e ficar pela superfície (flutuação). A primeira opção é muitooooo louca, você inclina a prancha, ela afunda e te leva. É lindo de ver.📷👏

São colocadas 3 pranchas com 3 mergulhadores ao mesmo tempo. Na nossa vez ficamos um em cada ponta e um terceiro no meio de nós, as vezes as cordas embaralhavam, mas o guia resolvia rapidamente.

Se desce pela escada do barco já segurando a prancha e o guia vai soltando a corda, em menos de 2 segundos, você já saí arrastado e bota arrastado nisso… huahua

Eles falam que (a embarcação) não passa de 30 km/ h, mas a impressão é que estamos a 100 km/ h. É muito rápido, consideramos um passeio de aventura. No caminho para o alto mar, fomos agraciados com um grupo de golfinhos. Após o plana sub, por ser o passeio vip rolou o almoço em alto mar, sendo finalizado na praia da Conceição para fazermos o mergulho livre, tivemos ainda a grande felicidade de avistarmos essa bela Raia (última foto).

Mergulho com Cilindro

O mergulho foi feito pela Empresa Águas Claras e ao iniciarmos o trajeto para alto mar, nos deparamos com um grupo de golfinhos rotadores, esse momento rendeu até vídeo.

Sueste ❤ Santuário das Tartarugas

Aqui foi onde nos realizamos plenamente em questão de mergulho.Sueste é o santuário das 🐢🐢🐢, porque é nessa praia que elas se alimentam. É aqui, que é possível ver os Tubas. Foi nessa praia também, que no ano passado um turista infelizmente perdeu parte do braço, pela nossa experiência na praia, recomendamos que só entre nela com um guia, até porque deve-se atravessar 400 metros, com algumas partes sem visibilidade e mar mexido.

No dia contratamos um rebocador especializado, mas o que é isso? O rebocador é um guia especializado no Sueste. Ele vai nadando mais a frente e se utiliza de uma gigante boia para ir puxando os nadadores, assim os nadadores só precisam bater os pés e aproveitar a flutuação. Nessa foto (abaixo), estávamos começando nosso reboque

reboque
Reboque

A praia é sinalizada, tendo delimitações na zona de mergulho📷. O Sueste fica no Parque Nacional Marinho, sendo necessário adquirir ingresso para entrar na praia e usar colete salva-vidas (no mergulho).

Logo na entrada tem um PIC  (posto de informação e controle), com banheiro, lanchonete e lojinha. É super fácil chegar no Sueste, tem ônibus que deixa na porta👏👏.São muitas 🐢🐢🐢, dos mais diversos tamanhos e variedades.

Atalaia Longa

Existe a Atalia Longa e Pequena, porém não conseguímos ir na pequena, porque a maré estava alta e o parque proíbe qualquer acesso (tendo em vista que, a visita é agendada), assim, partimos para a Longa. Realmente é um caminho sinuoso e complicado, a maior parte do caminho é feito sobre pedras miúdas e móveis, se no dia chover, mais difícil fica em razão do caminho torna-se escorregadio.

Ponto positivo da trilha, por ter um acesso mais desgastante, é uma trilha isolada, de poucas pessoas, logo, os mergulhos livres serão mais bonitos, porque o mar não terá sido tão ‘mexido’, sendo muito mais fácil (fácillllllll mesmo) encontrar em qualquer uma das piscinas naturais muita vida marinha, inclusive foi aqui que vimos a primeira tartaruga da ilha.

Recomendável levar muita água e comida leve, porque na trilha não haverá nenhuma estrutura, o passeio dura uma tarde toda. O fim do passeio é exatamente em frente ao restaurante Mergulhão.

Medição das Tartarugas

Programa aberto ao público e realizado pelos biólogos. Consiste em grupos de 3 a 5 biólogos entrarem no mar (a praia-que irá acontecer o evento- é previamente divulgada, pode ser no Porto, Sueste etc.) via mergulho livre e capturar tantas tartarugas que puderem. Após pegar a tartaruga, o biólogo explica a espécie e o  tamanho, esclarece se a tartaruga já é conhecida-estudada por eles, ou se é uma nova tartaruga, se for, eles colocam uma espécie de anel e depois soltam essa linda no mar. Nesse dia, a medição aconteceu na praia do Porto e após acabar, fomos aproveitar um pouco da praia, quando nos deparamos no rasinho da praia com essa mini Raia ( muito amor né?- última foto – pé do Dan e a Raia)

Restaurantes

Bar do Meio

Um Sunset, no Domingo, no Bar do Meio é parada obrigatória e na época havia a promoção do Clone Temaki, compra 1 e ganha outro.  É o local onde as tribos se encontram, é muito comum ver o grupo do pessoal da yoga, dos capoeiras e por assim vai.

Mesa da Ana

Esse restaurante merece o nosso destaque  e nossas palmas 👏👏👏👏🍴🍴🔪🍴🔪!Dos restaurantes que conhecemos esse é o nosso número 1. Explicamos: A comida temmmmm muitooooo sabor!! É sentir a felicidade comendo nesse Restaurante. Não deixem de ir e reservem com antecedência.

A Ana é uma chef carioca formada na escola francesa de gastronomia e que conheceu o Rock, nativo de Noronha. Se apaixonaram, casaram e fundaram a Mesa da Ana. Rock é o garçom, enquanto Ana cozinha.

Assim que confirmada a reserva, mediante pagamento de 50%, a Ana pergunta se existe qualquer tipo de intolerância alimentar….porque simplesmente os 4 pratos serão surpresas. É isso mesmo genteeeeeee.👏👏

A Mesa da Ana é um restaurante familiar no quintal da casa. Todos os 10 clientes, ficam numa mesa quadrada trocando experiências e se conhecendo, ao som de uma vitrola, e um ambiente totalmente rústico com um deck para deitar, além disso, o Rock nos agracia com histórias de Noronha.Se pudéssemos iríamos todas as noites na Mesa. É demais gente!!!! Ana e Rock merecem todos os aplausos👏👏. Não temos foto da decoração, porque simplesmente o Dan tirou todas as fotos tremidas…kkkkk, graças a Deus a Cá tirou a foto das comidas no celular.

A cada prato Ana sai da cozinha e nos explica cada composição, inclusive nos mostra sua  horta, além de explicar a origem dos alimentos.

Para quem gosta e aprecia uma gastronomia, esse é o seu local, destaque para a sobremesa,  feita de sorvete de goiaba com Petit Gateau de chocolate, com calda de maracujá, muitoooooooo top, tudo caseiro e muitoooooooo sabor🍴🔪👏

Palhoça da Colina

Esse restaurante é daqueles que se pode dizer ser diferente de tudo que estamos acostumados, pelo menos nós que vivemos em ambiente urbano!! Como o nome já explícita, ele é construído com palhoça.

O restaurante é composto por uma única mesa retangular comprida e baixa, para sentar são colocadas várias almofadas enormessssss (é uma delícia.. nós ficamos mais deitados do que sentados).

A ideia dos criadores desse restaurante é a interação entre as pessoas, foi a primeira vez que fomos num local assim e sim, é muito muito legalllllllllll😎😎😎!! Geralmente as pessoas que vão nesse restaurante, têm em mente a proposta de criar amizade, se divertir e, nem pensem, que não é local pra casal, porque é também, inclusive no dia em que fomos tinham vários casais, fizemos várias amizades, compartilhamos muitas informações e aprendemos muito sobre a ilha.

A comida oferecida é em forma de buffet, sendo servido entrada, um delicioso peixe feito na folha de bananeira, vários acompanhamentos e uma sobremesa deliciosa, tudo natural e superrrrrrrrr saboroso.

O ambiente é todo charmoso, com mandalas, velas, música ambiente e muita alegria👏👏

 Xica da Silva

Xica da Silva é um restaurante mais no estilo sofisticado e com o valor de prato acima do intermediário, mas vale cada dinheirinho gasto!  Ao mesmo tempo que é um restaurante chic, guarda traços da regionalidade e simplicidade de Noronha. Os garçons são extremamente atenciosos.

Comemos o peixe cavala temperado com molho de manjericão, acompanhado de purê de abóbora com camarão. Muitooooooo sabor!!!👏👏📷⚓✌🍴🔪🍴🔪🍴🔪Esse chef merece um milhão de beijos!!! De sobremesa, mil folhas de tapioca com creme de queijo coalhado e calda de goiaba, acompanha sorvete de côco🍴🔪👏👏👏👏. Um dos nossos restaurantes preferidos.

 Cacimba

É o restaurante localizado na Vila dos Remédios e famoso pelo menu conter os pratos com nome dos artistas. Ambiente bem rústico e preço intermediário.

Varandas

Conhecemos também o restaurante Varanda, que fica na Vila dos 30. Comemos o camarão ao creme de abóbora❤✌🍴🔪 e de sobremesa Baba de Moça do Oficina do Sabor- lâminas de côco verde cremosa, sorvete de tapioca, chantilly e raspa de rapadura.
É um restaurante com ótimo atendimento e preço intermediário🍴🔪

Mergulhão

Não existe dúvida que o mergulhão é um restaurante charmoso, com total clima praiano, proporcionando belíssima visão do pôr do sol (no Porto). É comum ver casais apaixonados, noivando ou em lua de mel. Para quem pretende ficar no bangalô se for época de férias nacionais, estrangeiras (agosto) ou feriado, vale a pena fazer uma reserva, porque é hiper concorrido.

O preço da comida do mergulhão, não é um dos mais baratos, sinceramente falando, se você estiver com a grana apertada, vá lá para tomar somente um drink e curtir um pôr-do-sol (que é um dos locais mais lindos da ilha), deixe para gastar com experiências gastronômicas em outros locais da ilha.

O Restaurante Mãezinha

Para aqueles dias que não quer gastar tanto com almoço, super indicamos o Restaurante da Mãezinha (na vila dos Remédios), eles têm (em 2015) prato feitos super saborosos, no valor de R$ 20,00. Experimentamos carne de panela com Mandioca.

Tapioca da Babalu

Se você procura algo barato e com sustância para se alimentar no café da manhã, almoço ou jantar, vá na Babalu, fica bem perto do Banco Santander.

O Bar do Cachorro

Obs1. O restaurante Muzenza é um dos preferidos do pessoal, para curtir a noite, rolam músicas variadas, mas o forte do local é o estilo hippie e reggae.

Informações adicionais

********Internet
Melhor local para sinal de internet é sentar nas escadas do Banco Santander, caso a sua pousada e/ou hotel não tenha wifi.

*******Aluguel de Equipamentos
Se  soubéssemos o valor de ter que ficar alugando todo o dias os equipamentos, tínhamos comprado de Santos-SP, portanto comprem e levem seus equipamentos.

*******Banco
Tivemos um grande problema com o $$$, porque nosso Banco só tem caixa 24h no saguão do Aeroporto e a máquina ficou quebrada durante uns 4 dias, foi tenso!!!! Para os correntistas dos bancos Bradesco e Santander tem agência até grandinha no centro de Noronha, Caixa Econômica Federal saca na Lotérica e Banco do Brasil no Correios.

********Bug
Alugamos do Olavo e no Morro Farol da Ilha, ambos aceitaram cartão de débito.

DCIM103GOPRO

**********Ônibus X Carona

O moradores da Ilha são muito receptivo pegamos várias caronas em bugs, carro normais e demos muitas também, principalmente para o pessoal que ficava no ponto do aeroporto. Uma boa ideia, é dividir bug, porque economicamente atrativo.

O ônibus trafega somente pela pista pavimentada, custava em 2015 o valor de R$ 3,00. Para  ir ao Porto ou Sueste, super compensa pegar o ônibus, desce na frente.


Planeje a sua viagem

Gostou das nossas dicas? Acompanha nosso blog? Ama viajar? Se sim, para todas as perguntas, rs, faça as reservas de sua próxima viagem através de nossos aplicativos parceiros de hospedagem!

Você não paga nenhum valor a mais por isso, na verdade você recebe desconto e nós ganhamos uma pequena comissão.

  • Reserve seu Hotel no Booking, somente para novos hóspedes.  Por esse aplicativo receba R$ 50 se reservar e se hospedar, pelo link.
  • Reserve sua Acomodação no Airbnb.  Por esse aplicativo receba R$130,00 em créditos de viagem quando se cadastrar  pelo link. Somente para novos hóspedes do Airbnb.

21 comentários Adicione o seu

  1. Jaqueline Caixeta disse:

    Muito completo esse post de noronha!! sou louca pra conhecer, e gostei principalmente de saber os valores. Essas taxas acabam encarecendo bastante a viagem, mas é necessária para a preservação, né?

    Curtido por 1 pessoa

  2. Danielle disse:

    Bom saber que agor precisa de uma carteira PIC para entrar em Sancho. Na minha época nao havia isso. Acabei nao alugando buggy e peguei muita carona em Noronha.. kkkk… mas tb fiz boa parte do passeio a pé, percorrendo as praias na maré baixa. Nao tem escapatória, é necessário pegar um voo no aeroporto de Recife. Parabéns pelas dicas!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Liany Garves disse:

    Nossa pirei nas tartarugas e nos golfinhos. Já mergulhei algumas vezes mas nunca consegui ver tartaruga e é tipo meu sonho!! Esse lugar realmente é um paraíso né, tenho muita vontade de conhecer! super completinho o post, adorei todas as dicas! Só fiquei meio na duvida desse negocio da prancha que você vai segurando rsrs, veremos se terei coragem quando for conhecer.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Suzy Freitas disse:

    Olá amigos! Também visitei Noronha e concordo com vocês que não é um programa caríssimo. Com programação e antecedência dá para conhecer o paraíso né? Amei as fotos subaquáticas. Ficaram lindas. Post ótimo, com informações completas. Parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Achei o post super válido principalmente com os valores, assim consigo me programar .. Acredita que acho um destino muito caro, mas a Ilha é realmente um sonho, não vejo a hora de conhecer. Adorei as dicas, super valiosas… ahh vou sentar do lado esquerdo do avião, a vista é incrível .. bjs

    Curtido por 1 pessoa

  6. Igor Augusto disse:

    Wow, agora deu pra saber de tudo para Noronha. Queria dizer que a melhor dica foi a da internet do Santander. hahah! Pra mim, internet tá na base da pirâmide de Maslow, totalmente necessária para a sobrevivência humana.

    Deu vontade de visitar DEMAAAAIS por motivos de: mergulhos! Adoro mergulhar de snorkel nesses lugares com corais e muita vida marinha! Amo! Bom demais.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Como não amar esse lugar hein ? Já fui duas vezes a esse paraíso e cada vez me apaixono mais . Excelentes dicas por aqui… Ate de comer Barato; comecei pelos restaurantes e terminei na tapioca da babalu kkkk, afinal de contas foram 11 dias na primeira trip. Post super completo. Parabéns

    Curtido por 1 pessoa

  8. Aninha Lima disse:

    Adorei suas dicas !! Estou doida para fazer essa viagem, mas sempre imaginei ser para endinheirados como você disse !! Rs
    vocês planejaram e agendaram os passeios com antecedência ou chegando na ilha foi suficiente??

    Curtido por 1 pessoa

  9. Mayara Rosa disse:

    Que toooop!! Totalmente apaixonante! Vocês arrasaram nas dicas, mas as fotos dos mergulhos fala sério. Que transparência oO. E quanta vida marinha! Ainda viram golfinhos, emocionante! Amei esse passeio com rebocadores, não conhecia esse tipo de flutuação. Perfeito. Deve dar uma super tranquilidade né?

    Curtido por 1 pessoa

  10. Isabelle Oliveira disse:

    Eu tenho muita vontade de conhecer, mas é uma viagem que exige planejamento, pois como vcs disseram não é barata. Claro que não é impossível e vale cada centavo do sacrifício. Amei as dicas e já vou deixar anotado para quando eu conseguir ir!!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Sim, vale todo o sacrífico. Local único do nosso Brasil, vida marinha abundante e harmoniosa.

      Curtir

  11. Aline Pires disse:

    Confesso que tenho “pena” de pagar os valores quando coto uma viagem para Noronha, e para quatro é tudo mais pesado.
    Fiquei encantada com cada passeio, impossível não ficar né?
    E que coisa essa coisa de não conseguirem sacar a grana, bom vocês alertarem!

    Curtido por 1 pessoa

  12. flaviazenke disse:

    Amei as suas dicas e já favoritei para quando formos para lá. Quais as dicas que não aconselha levar criança de 4 anos?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s